CHARACTERIZATION AND INCORPORATION OF THE MILK ACTIVITY IN THE ALTA PAULISTA REGION

Authors

  • Sandra Cristina de OLIVEIRA Doutora em Ciências da Computação e Matemática Computacional, Campus de Tupã – UNESP
  • Leonardo de Barros PINTO Doutor em Engenharia Agrícola, Campus de Tupã – UNESP
  • Gessuir PIGATTO Doutor em Engenharia de Produção, Campus de Tupã – UNESP
  • Elias José SIMON Doutor em Economia, Faculdade de Ciências Agrárias, Campus de Botucatu – UNESP

DOI:

https://doi.org/10.18011/bioeng2010v4n3p194-214

Keywords:

Milk, Competitiveness and Market

Abstract

The milk activity has always been present in the region Alta Paulista and it plays a pivotal role in generating employment and income. This activity experienced changes in the 1990s that took place nationwide, and brought changes in their mode of production and market insertion. This work aims to characterize the milk activity in Alta Paulista region, as well as how to insert of the different agents involved in it. Semi-structured questionnaires were applied to firms and producers listed by institutional actors in the region. It was observed that collective action appears as a key strategy to minimizing the problems faced by the production sector, since the dynamics of the market has been acting towards selecting dairy farmers for production scale, quality of raw material and professionalism in business management. Companies interviewed have lack of monitoring of manpower, strategic planning, information technology and investment in marketing programs. The lack of knowledge about the benefits (or existence) of some management tools can justify such results, and seriously undermine the competitiveness of the company. However, the solution is under direct control of the company. Such initiatives show themselves as alternatives to a better integration of production and the dairy industry in the market

Downloads

Download data is not yet available.

References

AMARAL, A. M. P.; GHOBRIL, C. N.; COELHO, P. J. Estimativa da produção animal no Estado de São Paulo para 2004. Informações Econômicas, SP, v.35, n.5, mai. 2005.

AMARAL, A. M. P.; GHOBRIL, C. N.; COELHO, P. J. Estimativa da produção animal no Estado de São Paulo para 2003. Informações Econômicas, SP, v.34, n.6, jun. 2004.

AMARAL, A. M. P.; ROCHA, M. B.; PEETZ, V.; MARTINS, S. S.; GHOBRIL, C. N. Estimativa da produção animal no Estado de São Paulo para 2002. Informações Econômicas, SP, v.33, n.3, mar. 2003.

BATALHA, M. O. (Coord.). Proposta para diagnóstico e proposição de ações de melhoria da eficiência e da competitividade da cadeia produtiva de carne bovina no Estado do Paraná. São Carlos: UFSCAR/Grupo de Estudos e Pesquisas Agroindustriais, 2001.

BATALHA, M. O.; SILVA, A. L. da. Gerenciamento de sistemas agroindustriais: definições e correntes metodológicas. In: BATALHA, M. O. (Coord.). Gestão agroindustrial. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2001.

BATALHA, Mário Otávio (coord). A maricultura no Estado de São Paulo. São Paulo: SEBRAE:GEPAI:GENAQÜI, 2002.

BATALHA. Mario O. Sistemas agroindustriais: definições e correntes metodológicas. In:BATALHA. Mario O (Coord). Gestão agroindustrial. São Paulo: Altas, 1997. p. 23-48.

BARROS, G.; SBRISSIA, G.; SPOLADOR, H.; PONCHIO, L. Mudanças Estruturais na Cadeia do Leite: Reflexos sobre os preços. Revista de Política Agrícola. No 3, p.13-26, 2004.

BOWERSOX, D. J.; CLOSS, J. D. Logistical management: the integrated supply chain process. New York: McGraw-Hill, 1996.

BRASIL assume liderança na exportação de carne nos 12 meses até julho. Valor Online, 11 setembro, 2003. Disponível em: http://www.valoronline.com.br. Acesso em: 2004.

BRASIL. Ministério da Agricultura e Abastecimento. Base de Dados/Sistema de Inspeção Federal. 2001. Disponível em http://www.defesaagropecuaria.gov.br/. Acesso em: 2001.

COUTINHO, L.G.; FERRAZ, J.C. Estudo da competitividade da indústria brasileira. Campinas: Papirus/UNICAMP. 1993. 97 p.

DIAGNÓSTICO MUNICIPAL, Programa SEBRAE de Desenvolvimento Local – Município de Tupã, SP, dez. 1999.

DONADELLI, A.; COELHO, P. J.; SANTIAGO, M. M. D.; NEGRI NETO, A. Valor da produção agropecuária do Estado de São Paulo, 1996/97 e 1997/98. Informações Econômicas, SP, v.30, n.2, fev. 2000.

EMBRAPA GADO DE LEITE. Disponível em http://www.cnpgl.embrapa.br. Acesso em: 2005.

FAO. Statistical Databases. https://www.fao.org.br/. Produção e importação mundial de leite. Acesso em: 2005.

FARINA, E. M. M. Q.; ZYLBERSZTAJN, D. Competitividade e organização das cadeias agroindustriais. Costa Rica: IICA, 1994.

FAVERET FILHO, P.; PAULA, S. R. L. A cadeia da carne bovina: o novo ambiente competitivo. BNDES Setorial, Rio de Janeiro, n.6, p.97-116, set.1997.

FERRAZ, J. C.; KUPFER, D.; HAGUENAUER, L. Made in Brazil: desafios competitivos para a indústria. Rio de Janeiro: Campus, 1996.

FIBGE/ Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Encontrado em http://www.ibge.gov.br. Acesso em: 2004, 2005.

HAGUENAUER, L. Competitividade: conceitos e medidas. Rio de Janeiro: IEI/UFRJ, 1989. (Texto para Discussão, n. 211)

HARRISON, W.; KENNEDY, P.; A Neoclassical economic and strategic management approach to evaluating global agribusiness competitiveness. Competitiveness Review v. 7, n. 1, p. 14-25, 1997.

IPARDES. A indústria de suínos no Brasil: um estudo sobre competitividade. Curitiba, 1994. 64p.

IPARDES. Análise da competitividade da cadeia agroindustrial de carne de frango no Estado do Paraná. Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social, Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade e Grupo de Estudos e Pesquisas Agroindustriais da UFSCAR. – Curitiba: IPARDES, 2002. 86p. Disponível em: http://www.pr.gov.br/ipardes/. Acesso em: 2002.

JANK, M.; FARINA, E.; GALAN, V.; O Agribusiness do leite no Brasil. Milkbizz: São Paulo, fev. 1999.

LASTRES, H. M. M.; CASSIOLATO, J. E. Contribuição do PADCT para a melhoria das condições de competitividade da indústria brasileira. Brasília: Ministério da Ciência e Tecnologia, 1995. 96 p. Disponível em http://www.mct.gov.br. Acesso em: 2000.

MARTINS, R., SANTOS, C., TEIXEIRA, S. Alterações da Rede Logística e Expansão do Mercado de Leite Longa Vida no Brasil. Revista de Administração da UFLA: Organizações Rurais e Agroindustriais: Lavras, MG. Vol. 1, No 2, 1999.

MILKPOINT. Disponível em http://www.milkpoint.com.br. Acesso em: 2004, 2005.

MILKNET. Disponível em http://www.milknet.com.br. Acesso em: 2004, 2005.

PEETZ, V. S. Cadeia produtiva da carne bovina no Estado de São Paulo. São Paulo: Secretaria de Agricultura e Abastecimento, 1996.

PEETZ, V. S. Mercado de Carne Bovina: situação e perspectivas. Informações Econômicas, SP, v.32, n.7, jul. 2002.

PIGATTO, G. Determinantes da competitividade da indústria frigorífica de carne bovina no Estado de São Paulo. São Carlos, 2001. Dissertação (Mestrado) - Departamento de Engenharia de Produção, Universidade Federal de São Carlos.

PINHEIRO, A. C.; MOREIRA, A., R. B.; HORTA, M. H. Indicadores de competitividade das exportações: resultados setoriais para o período 1980/88. Brasília: IPEA, 1992. 60 p. (Texto para Discussão, n. 257).

SÃO PAULO. CATI/Coordenadoria de Assistência Técnica Integral. Disponível em http://cati.sp.gov.br. Acesso em: 2004, 2005.

SÃO PAULO. Coordenadoria de Defesa Agropecuária/SAA/SP. Disponível em http://www.cda.sp.gov.br . Acesso em: 2004, 2005.

SÃO PAULO. IEA. Bando de Dados dos Escritórios de Desenvolvimento Regional 2003 Disponível em http://www.iea.sp.gov.br. Acesso em: 2004, 2005.

SEBRAE. Diagnóstico da Estrutura Produtiva dos Pequenos Produtores de Leite do Estado de São Paulo, São Paulo, 2003.

SIFFERT FILHO, N.; FAVERET FILHO, P. O. Sistema agroindustrial de carnes: competitividade e estruturas de governança. Revista do BNDES, Rio de Janeiro, v.5, n.10, p.265-297, dez. 1988.

SILVA, C. A. B.; BATALHA, M. O. (Coord.). Estudo sobre a eficiência econômica e competitividade da cadeia agroindustrial da pecuária de corte no Brasil. Brasília: IEL: CNA: SEBRAE, 2000.

SOUZA FILHO, H. M.; BATALHA, M. A indústria de carne no Brasil e no mundo: panorama setorial e principais empresas. São Carlos: FINEP: GEEIN: GEPAI, 2001. Disponível em: http://www.finep.gov.br/estudos/estudo_em_ct.asp. Acesso em: 2003.

STAATZ, J. M. Notes on the use of subsector analysis as a diagnostic tool for lnking industry and agriculture. Department of Agricultural Economics: Michigan State Unversity, 1997. (Staff Paper 97-4).

VAN DUREN, E.; MARTIN, L.; WESTGREN, R. Assenssing the competitiveness of Canada’s agrifood industry. Canadian Journal of Agricultural Economics, n.39, p.727-738, 1991.

VICENTE, J. Destino das exportações e origem das importações brasileiras de produtos dos agronegócios. Informações Econômicas, SP, v.32, n. 6, jun. 2002.

Published

2010-11-25

How to Cite

OLIVEIRA, S. C. de; PINTO, L. de B.; PIGATTO, G.; SIMON, E. J. CHARACTERIZATION AND INCORPORATION OF THE MILK ACTIVITY IN THE ALTA PAULISTA REGION. Revista Brasileira de Engenharia de Biossistemas, Tupã, São Paulo, Brazil, v. 4, n. 3, p. 194–214, 2010. DOI: 10.18011/bioeng2010v4n3p194-214. Disponível em: https://seer.tupa.unesp.br/index.php/BIOENG/article/view/107. Acesso em: 1 dec. 2021.

Issue

Section

Articles