DESENVOLVIMENTO DE UMA SMART HOUSE NO CURSO DE ENGENHARIA DE BIOSSISTEMAS

M. Matulovic, M. Mollo Neto, B. Hiromoto, L. Eivazian, M. L. Ribeiro

Resumo


Tecnologias da Indústria 4.0 estão trazendo novas oportunidades, desafios e soluções para muitos domínios, incluindo agricultura, ciências das plantas, ciências animais, ciências dos alimentos e ciências sociais. Neste cenário, não apenas as empresas industriais têm de aprender tecnologias relevantes, mas também o meio acadêmico está interessado em mudanças no currículo educacional para incluir e refletir sobre as novas tecnologias, conceitos e paradigmas. A inclusão da impressão 3D nos currículos escolares também é positiva sob outra perspectiva pedagógica, pois pode oferecer oportunidades para diferentes estilos de aprendizagem a serem praticados. Esta pesquisa objetiva analisar o trabalho em que discentes tutorados por docentes do curso de Engenharia desenvolveram em termos de planejamento, construção, instrumentação e elaboração de um sistema supervisório de uma “Smart House”, de forma a fundamentar o aprendizado por meio da construção de uma maquete utilizando técnicas de impressão 3D e instrumentação, fixando assim os conceitos de IoT, automação, supervisão e controle, uso de sensores e atuadores, programação de CLPs e o desenvolvimento de aplicativos de supervisão e controle remoto de utilidades. Os resultados apontaram para o fato de que tratar o tema de modo inter e transdisciplinar mostrou-se uma necessidade nos cursos de Engenharia das Universidades, principalmente naquelas em que os objetivos maiores residem na utilização de tecnologias em suas práticas de trabalho. A pesquisa e o experimentos proposto proporcionaram aos discentes a agregação de valor no processo de aprendizagem ocasionando a transcendência dos conhecimentos interdisciplinares inerentes ao próprio curso.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18011/bioeng2020v14n1p48-61

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


BIOENG, UNESP, Tupã, SP, Brasil. e-ISSN: 2359-6724

 Licença Creative Commons

A Revista Brasileira de Engenharia de Biossistemas está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.