ATRIBUTOS FÍSICOS DO SOLO EM SISTEMA CONSORCIADO E MONOCULTIVO DO MARACUJÁ (Passiflora edulis sims)

A. M. R. Ramos, B. M. B. Amorim, C. T. M. Freire, D. L. F. A. Lima

Resumo


A qualidade do solo está diretamente relacionada com o uso e o sistema de cultivo adotado pelos produtores. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência do cultivo de maracujá consorciado e em monocultivo nos atributos físicos do solo (densidade, porosidade total e condutividade hidráulica) em um Latossolo Vermelho-Amarelo no munícipio de Palmas, Tocantins. Para a análise dos dados foi utilizado técnicas estatísticas de análise multivariada, pois permite avaliar um conjunto de dados e evidenciar resultados independentes. Como resultado obteve-se que o primeiro componente foi responsável por capturar 74% da variância dos dados. Apesar de não ter sido verificada diferenças significativas (teste T realizado nos escores dos ACP 1, 2 e 3) entre os dois tratamentos avaliados, existe uma tendência de segregação entre os tratamentos no diagrama de ordenação. Nesse primeiro ano de estudo não se pode concluir que o plantio consorciado melhorou a qualidade física do solo.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18011/bioeng2019v13n1p80-87

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


BIOENG, UNESP, Tupã, SP, Brasil. e-ISSN: 2359-6724

 Licença Creative Commons

A Revista Brasileira de Engenharia de Biossistemas está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.