AVALIAÇÃO DE FERTILIZANTES PRODUZIDOS A PARTIR DO BENEFICIAMENTO DE BIO-ÓLEO E COMPOSTOS NITROGENADOS / EVALUATION OF FERTILIZER PRODUCED FROM BIO-OIL AND NITROGENOUS COMPOUNDS PROCESS

JUSSARA B. FANTINATTI, JUAN M. MESA-PEREZ, JOSÉ D. ROCHA, LUÍS A. B. CORTEZ, MARINA M. MORALES, ROSA H. AGUIAR, ROBSON C. MARTINS

Resumo


A produção agrícola no Brasil tem aumentado devido à crescente demanda por alimentos, gerando grandes quantidades de resíduos agrícolas, necessitando práticas de reciclagem para diminuir os débitos econômicos e ambientais causados. O objetivo do estudo proposto foi avaliar fertilizantes de liberação lenta (F1 e F2) produzidos a partir de bio-óleo. Para isso, bio-óleo produzido de serragem foi submetido a reações termoquímica com (NH2)2CO (F1) e bio-óleo com NH4OH mais biocarvão (F2). O crescimento do hipocótilo de plântulas de milho foi monitorado com adição de F1 em areia nas doses 1,2, 2,4, 4,0, 8,0, 16,0, 24,0, 32,0 e 40,0 t ha-1 e as mesmas doses para F2, além da testemunha. Ambos os fertilizantes são fontes de nitrogênio e potássio para nutrição das plantas. No entanto, F2 apresentou melhor desenvolvimento das plântulas de milho quando comparado com o F1.

Palavras-Chaves: LIBERAÇÃO LENTA, BIOMASSA, PIRÓLISE


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18011/bioeng2009v3n2p161-168

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


BIOENG, UNESP, Tupã, SP, Brasil. e-ISSN: 2359-6724

 Licença Creative Commons

A Revista Brasileira de Engenharia de Biossistemas está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.