DISPOSIÇÃO DE LODO DE ESGOTO NO SOLO: ESTUDO DE VIABILIDADE / USE OF SEWAGE SLUDGE IN THE AGRICULTURE: WORKABILITY STUDY

DANIEL B. ROSA, DURVAL R. DE PAULA JR

Resumo


É crescente no país o número de indústrias que vem se adequando às legislações ambientais e obtendo certificações ISO 14000. Estas adequações passam pelo tratamento dos efluentes industriais e domésticos oriundos de suas atividades, gerando assim os lodos das estações de tratamento de efluentes (ETE). Geralmente estes lodos são destinados a aterros sanitários industriais sem avaliar o potencial de reaproveitamento deste resíduo para outras atividades, onerando sobremaneira os custos do tratamento dos efluentes, perdendo-se excelente oportunidade para incremento da receita do gerador. No entanto, para este reaproveitamento faz-se necessário o estudo criterioso das
características lodo e sua eventual adequação ao destino pretendido. Sendo que, em muitos casos, o potencial poluidor do material pode inviabilizar qualquer tipo de reaproveitamento. Dentro deste contexto, buscando redução de custos com disposição em aterro industrial, desenvolveu-se este estudo de viabilidade, através da caracterização do lodo da ETE da unidade não industrial de uma grande montadora com o objetivo de demonstrar possíveis alternativas para a adequação desta ETE visando-se a obtenção de lodos com quantidade e qualidade que possibilitem sua estabilização e tratamento para seu uso como biossólido nas atividades agrícolas desenvolvidas por esta empresa.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18011/bioeng2009v3n2p133-147

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


BIOENG, UNESP, Tupã, SP, Brasil. e-ISSN: 2359-6724

 Licença Creative Commons

A Revista Brasileira de Engenharia de Biossistemas está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.