LIMITES DE ATTERBERG E SUA CORRELAÇÃO COM A GRANULOMETRIA E MATÉRIA ORGÂNICA DOS SOLOS / CORRELATION BETWEEN GRANULOMETRY AND ORGANIC SOIL MATTERS WITH LIMITS OF ATTERBERG

K. D. Ribeiro, L. K. Souza

Resumo


Há várias práticas mecanizadas realizadas na agricultura moderna, que geram cargas que podem modificar a estrutura e afetar as propriedades físicas dos solos. Assim, o manejo correto e a prevenção da compactação do solo são importantes na agricultura sustentável. Entre as propriedades relacionadas ao manejo dos solos, tem-se a granulometria, o teor de matéria orgânica e a consistência. As duas primeiras influem na última que, por sua vez, permite definir quando um solo se encontra friável, condição ideal para as práticas agrícolas mecanizadas. O presente trabalho objetivou avaliar a correlação existente entre os limites de consistência do solo com sua granulometria e teor de matéria orgânica, com vistas ao manejo adequado dos solos sob agricultura mecanizada. Para tanto, foram coletadas amostras de solo, em diferentes profundidades, que foram caracterizadas quanto à textura, teor de matéria orgânica, limite de plasticidade, limite de liquidez e índice de plasticidade. Os resultados mostraram que a área estudada se caracteriza pela presença de solo de textura franca, medianamente plástico e de baixa concentração de matéria orgânica, sendo recomendado que as práticas agrícolas mecanizadas sejam realizadas quando a umidade do solo se encontrar abaixo de 29%. A granulometria do solo influiu significativamente sobre os limites de consistência do solo da área estudada e a concentração de matéria orgânica do solo não influenciou os valores de limites de consistências do solo analisado.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18011/bioeng2018v12n2p185-196

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


BIOENG, UNESP, Tupã, SP, Brasil. e-ISSN: 2359-6724

 Licença Creative Commons

A Revista Brasileira de Engenharia de Biossistemas está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.