ADUBAÇÃO NITROGENADA NA IMPLANTAÇÃO DE Urochloa brizantha cv. XARAÉS NO CERRADO: Características Biométricas e Bromatológicas - Parte 1 / NITROGEN FERTILIZATION IN IMPLEMENTATION OF Urochloa Brizantha cv. Xaraés IN BRAZILIAN SAVANNA - Part 1

J. M. K. Santini, A. Perin, D. N. Coaguila, M. Valderrama, E. Dupas, C. G. dos Santos, V. M. Silva, S. Buzetti

Resumo


A adubação tem proporcionado grandes avanços na produtividade e qualidade de pastagens, e entre os nutrientes, o nitrogênio (N) merece destaque por sua grande extração e aumento da produtividade das pastagens, porém, após sua aplicação ao solo, sofre influência do meio e pode ser perdido, quando mal manejado. Para minimizar tal problema, uma alternativa promissora é o uso de fertilizantes de eficiência aumentada, buscando-se reduzir tais perdas e proporcionar aumento de produtividade. Dessa forma, avaliou-se o efeito de fontes e doses de N na implantação de Urochloa brizantha cv. Xaraés (capim-xaraés) na produtividade e nos valores bromatológicos, em cultivo em condições do Cerrado. O experimento foi conduzido em área experimental no município de Rio Verde - GO, distribuídos em blocos ao acaso com quatro repetições, em esquema fatorial de 3x4. O primeiro fator foram três fontes de N (ureia convencional, ureia de eficiência aumentada e nitrato de amônio); o segundo fator foram quatro doses de N (0, 20, 40 e 80 kg N ha-1 corte-1). O uso da ureia convencional fez-se como a melhor alternativa para a cultura do capim-xaraés (P ≥ 0,05). A dose de nitrogênio recomendada é de 80 kg ha-1 por corte (P < 0,05), em vista do aumento da produtividade de massa seca, e à melhoria da qualidade bromatológica do capim-xaraés.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18011/bioeng2016v10n2p129-139

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


BIOENG, UNESP, Tupã, SP, Brasil. e-ISSN: 2359-6724

 Licença Creative Commons

A Revista Brasileira de Engenharia de Biossistemas está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.